JIVE CAPTA R$ 1,2 BILHÃO PARA INVESTIR EM CRÉDITO VENCIDO

No rastro das oportunidades deixadas pela crise econômica, a Jive Asset captou R$ 1,2 bilhão para seu segundo fundo de investimento voltado à compra e recuperação de ativos como créditos vencidos, imóveis com problemas e precatórios.

É o maior fundo de produtos alternativos já captado no Brasil, se excluídos da lista os de private equity, que adquirem participação acionária em empresas. 

"A saída de uma grande crise, como a que tivemos, gera um ambiente positivo para investir na recuperação de ativos", afirma Guilherme Ferreira, sócio da Jive, que tem mais de R$ 1,5 bilhão sob gestão. Ele traça um paralelo com o que se viu nos Estados Unidos a partir de 2010 e na Europa de 2014 em diante - em que o fim do período mais duro do colapso financeiro fez florescer o mercado de créditos inadimplentes.

Fundada há oito anos a partir da compra de ativos remanescentes do Lehman Brothers no país, a gestora brasileira encontra agora um cenário bem diferente do que vigorava naquele momento, e mais favorável.

Para Alexandre Cruz, sócio-fundador da Jive, a queda da Selic e o desempenho da gestora impulsionaram a demanda pelo novo fundo. As evidências de que o pior da crise ficou para trás também contribuem para se criar um ambiente mais propício aos investimentos alternativos, que costumam ter liquidez mais baixa. "A percepção geral é que, num ambiente de juros baixos, produtos de nicho com retornos maiores são quase uma necessidade", afirma.

Com distribuição feita pela Credit Suisse Hedging-Griffo (CSHG), o fundo foi alocado entre pessoas físicas e "family offices" em menos de três meses. A venda foi feita por meio de uma oferta pública com esforços restritos, destinada a investidores qualificados, conforme a instrução 476 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Grande parte também é cotista do primeiro fundo da Jive, lançado em 2015.

Naquela ocasião, a gestora captou R$ 500 milhões. Somando dinheiro reaplicado e coinvestimentos feitos em paralelo à carteira, o total alocado na estratégia supera R$ 1,1 bilhão. A rentabilidade acumulada é de 73,1% - equivalente a 200% do CDI do período. Com duração de seis anos, o fundo concluiu em janeiro seu período de investimentos.

Por isso, a nova estrutura dará fôlego à Jive para voltar às compras. O espectro dos ativos que a gestora tem em vista é parecido com o do fundo anterior, mas o volume de créditos disponíveis no mercado para recuperação aumentou nos últimos anos.

"Pode parecer um contrassenso, mas, quando a economia começou a melhorar, os bancos voltaram a vender carteiras", afirma Ferreira. No auge da crise, diz ele, as instituições evitavam realizar prejuízos ainda maiores.

O volume de créditos vencidos colocados à venda pelos bancos quadruplicou desde 2013, mas o movimento se intensificou nos últimos dois anos. Bradesco e Santander têm sido algumas das instituições mais atuantes. O foco da Jive são as carteiras de empréstimos a empresas.

Outro alvo de interesse da gestora são os imóveis tomados em garantia pelos bancos durante a crise, que somam um valor estimado em cerca de R$ 13 bilhões. "A gestão desses bens é difícil para o banco, gera uma preocupação operacional. A gente compra, recupera e vende para o usuário final", diz Ferreira.

Uma terceira frente é a compra de precatórios e outros direitos creditórios judiciais. Hoje, a Jive administra cerca de R$ 1,8 bilhão nessa modalidade de ativos e um portfólio de créditos vencidos com valor de face de R$ 9 bilhões.

Com uma equipe de 79 pessoas, a gestora automatizou processos nos últimos anos para conseguir crescer. Robôs desenvolvidos internamente fazem uma varredura em sites, registros de empresas e de imóveis e até redes sociais em busca de informações sobre ativos e devedores. "Feita de forma manual, a operação já era efetiva, mas com tecnologia ficou muito mais escalável", afirma Ferreira.

Fonte: Valor Econômico

 

Últimas Notícias

ENDEREÇOS

Curitiba - PR

Rua General Mario Tourinho, 1733 - Sala 405
Barigui – 80.740-000
F. +55 41 3339 3195
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

São Paulo - SP

Rua do Rócio 423 - Sala 705
Vila Olímpia – 04.552-000
F. +55 11 3582 55 31
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Certificações
Give your website a premium touchup with these free WordPress themes using responsive design, seo friendly designs www.bigtheme.net/wordpress