Home NEWS Private Equity Startup BankFacil muda nome e recebe aporte de R$ 60 mi

A startup brasileira BankFacil, que oferece empréstimos pela internet, levantou um aporte de R$ 60 milhões com a International Finance Corporation (IFC), braço de investimentos do Banco Mundial, e o fundo Naspers.

Com a nova rodada, a empresa também mudou de nome – agora, vai se chamar Creditas.
Trata-se da segunda rodada de investimentos da startup, que entre 2015 e 2016 recebeu R$ 30 milhões em dos fundos Redpoint eVentures, Kaszek Ventures, Quona Capital e QED Investors.

A Creditas é uma das representantes brasileiras no mundo das “fintechs”, startups financeiras que estão incomodando os bancos em todo o mundo. Essas empresas usam a tecnologia para mudar a forma como as pessoas pagam contas ou contratam empréstimos. O cartão de crédito Nubank e o banco digital Neon estão entre os destaques do segmento no País. A Creditas também tem chamado atenção: ficou em quarto lugar entre as empresas mais inovadoras da América Latina no ranking divulgado pela revista americana Fast Company.

O foco da startup é facilitar o acesso ao crédito para os brasileiros.

Ela pratica o chamado refinanciamento – nessa modalidade de crédito, o interessado usa sua casa ou carro como garantia de que o empréstimo será pago. Com isso, a empresa consegue emprestar dinheiro a juros mais baixos do que os praticados no mercado.

“Mudamos de nome para reafirmar o nosso compromisso com o crédito”, conta o presidente executivo da Creditas, Sergio Furio. “Não queremos ser um banco e queríamos deixar isso claro na nova marca.” Segundo o executivo, o novo aporte – que também teve a participação de investidores antigos – chegou em boa hora. A startup, que acaba de completar cinco anos, começou com apenas cinco pessoas e hoje chegou a cem funcionários. “Vamos triplicar nosso time de tecnologia e produto”, diz Curio.

Fonte: Fusões & Aquisições Blogspot